Os olhos já não podem ver…

01maio10

Vou te ligar. Você sabe, eu gosto de você. A bateria acabou. Não vi a sua chamada. O carro quebrou. Estou sem dinheiro. Preciso estudar. É aniversário da minha avó. A ligação estava ruim. Fiquei online e você não apareceu. Desculpa. Pensei que não estivesse em casa.

Quem nunca gostou de um idiota?

A verdade é que quando você está afim do cara, qualquer desculpa esfarrapada como “o problema não é você, sou eu” soa, dolorosamente, natural. Sem que haja a necessidade ridícula da dúvida, todas querem achar o grande amor. Aquele cara recém saído de uma comédia romantica onde tudo dá errado para que no final dê certo.

Na vida real, todos os erros são engolidos para esse triunfante fim que nunca chega da maneira como você imagina.

Mulheres têm a terrível capacidade de acreditar em tudo: até em propaganda de shampoo. O fato é que são tão mais inteligentes e capazes que acreditam, ou acham que podem acreditar, até no proibido. (Lê-se proibido aquelas figuras humanas do gênero masculino com inexplicável falta de habilidade em se tornar Gente, com G maiúsculo. Digo, homem com H).

Peraí. Queremos pessoas de verdade. É difícil encontrar pessoas? E acredite, este não é um desabafo-recalque. É apenas um discurso de quem tem, agora, noções tão óbvias sobre tudo isso que chegam ao comico.

Os tipos básicos destas figuras humanas estão por toda parte e podem ser facilmente identificadas. O problema é que nem sempre essa identificação é desejada. São elas: homens comprometidos e capazes de jurar para Deus e toda a torcida do Flamengo que é você quem ele ama. Homens que fumam tanto que esquecem o seu nome e a data do seu aniversário. Homens que jogam futebol (e que se inspiram em ícones do segmento como Ronaldinho, Adriano, Patos e Gansos)….

Tem aquele da rodinha de violão, exibido, prepotente e desafinado. Aquele que, no auge de um romance digno do Manoel Carlos, resolve viajar para o exterior.

Existem os homens online – torcedores oficiais do time de relacionamento via scrap/email/menssenger.com (Estes devem ser bloqueados da vida!).

Tem o filósofo. O cinéfilo. O grudento. Tem o alternativo e o playboy. Tem aquele que acredita ser a vida uma calça da Diesel (jamais se relacione com um homem mais íntimo de um espelho que você). Tem um banana. O gay. Tem o que você nunca quis, mas como nunca é uma palavra muito forte, você resolve até que quer querer. E é inútil. E tem aquele que, enfim, é ELE.

Parece tão óbvio quanto um chocolate na TPM. Tão óbvio quanto a voz do Chico para o coração palpitar e as letras do Caetano para você lembrar que “quando a gente gosta é claro que a gente cuida”.

Tão óbvio quanto você lembrar que, não importa quantas figuras humanas do gênero masculino existam e passem pela sua vida, o importante mesmo é a foto principal: você.

Anúncios


2 Responses to “Os olhos já não podem ver…”

  1. 1 Lu

    eu já conheci cada um dos tipos que você descreveu. já fui loucamente apaoxonada, perdidamente iludida e incrivelmente enganada. faz parte. mas você lembrou bem: o principal é você. o resto é consequência. até mesmo a surpresa de receber uma ligação “dele”.

    bom te ver por aqui!
    beijo, fê.
    =)

  2. 2 Bruna

    Nanda vc descreveu muito bem cada tipo, mas ainda tem muuuuitos outros por ai e aqueles q ainda vao aparecer, e esse tal ELE ta cada vez mais se tornando uma lenda, ou talvez estejam todos escondidos com medo de alguns tipos de mulheres de hj em dia q nao se dao o devido valor e fazem com q as outras parecam tb sem valor, enfim o q nao pode ser feito e desistir, um dia o ELE aparece, enquanto isso como vc disse vamos fazer prevalecer o EU, q muitas vezes e esquecido.

    beijos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: