Passou: texto para lavar a alma.

02maio10

Um dia, você disse que tinha medo. Medo de eu não gostar mais de você. Medo do dia em que eu te deixaria, pois você já previa todo o nosso acontecimento. Você nos previu. Um dia, eu disse que nunca. E era pra sempre. Então, você chorou e eu te olhei. Não chorei junto. Os seus olhos prenderam os meus, aos poucos, e eu me assustei, pois te vi despido de toda preocupação sobre qualquer possibilidade de exibição intelectual. Eu te vi sem gosto e sem cheiro: cru, e te quis, ainda assim. Você pediu para que eu fosse sincera. E sempre sincera. E me pediu para que não desistisse de você. Eu, ainda assustada, não entendia porque me pedia tanto, mas eu dizia sim e você era o meu único sim. Peço desculpas, pois, na verdade, não tive paciência naquele momento. Eu só queria ir para a casa. Nunca gostei do jeito como as coisas aconteciam quando você estava triste. Eu me agitava de um jeito estranho, pois a sua tristeza era infinitamente menor que a minha, ao te ver cair. Eu precisava de você feliz, para que eu estivesse também.
E eu disse que nunca deixaria de amar você. Não menti, entende? Amei, enquanto amei. Amei muito. Ao olhar pra baixo e, automaticamente, diminuir o tom da voz, eu percebia que podia fazer mais. Você não estava bem. Pela primeira vez, assumiu. Honesto, cruel, claro. Assumiu o medo de me perder, porque, um dia, eu perceberia que você não era mais o mesmo. E nunca foi. E eu só queria ir para a casa. O sol da sua varanda me incomodava o suficiente para eu desejar entrar. Não tive coragem. Eu fiquei muda. Ouvia você como a amiga que nada diz, mas compreende. Só que eu nunca compreendi o seu esforço contrário para me manter bem.
Hoje, eu percebo que éramos um contra o outro. E eu não ganhei de você. Eu ganhei, agora, o que eu sempre quis pra mim. E você me ajudou a perceber que nada é mais importante que isso. Obrigada.

Anúncios


4 Responses to “Passou: texto para lavar a alma.”

  1. 1 Bruna

    Eu acho q a coisa mais difícil é saber quando se esta deixando de gostar de alguém, ainda mais quando se torna uma relação de dependência mutua, ou seja, quando a felicidade de um depende da felicidade do outro, é claro q quando se gosta de alguém vc quer ver aquela pessoa feliz, mas acho q quando vc se esquece da sua felicidade e só passa a querer fazer aquela pessoa se sentir bem e esquece do seu próprio bem estar, ai sim, eu acho q é chegada à hora do termino…mas como dizem todo termino é um novo recomeço.

  2. Aii amiga, continua lindo, mas me responde, o que você sempre quis e conseguiu??

  3. 3 Rodrigo

    Oi!

    Nossa, parabens! Você escreve muito bem…sua sensibilidade é interessantíssima. Acho um grande barato as pessoas que percebem o mundo…percebem as outras e o que acontece a volta delas.

    Também sou assim…gosto de observar e de refletir sobre o que vejo. Mudar de opiniao é bom…gostar e “desgostar” nem tanto, mas faz parte da vida. Pior é ter medo de não se deixar gostar de alguém por medo de “desgostar” depois.

    Legal…continue escrevendo assim. É tão bom ler o que você escreve 🙂

    beijos

  4. 4 Lu

    quando passa mesmo, de verdade, a sensação é quase igual ao sentimento original.

    beijo, fê.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: